Planos Promo 1 | Investidor Prudente
Dias
Horas
Minutos
Segundos

Seja um Investidor Prudente

Aderir ao Investidor Prudente

297 por um ano
  • Acesso a:
  • Análise Diária a uma Ação
  • Histórico de Análises e Ações do Mês
  • Indicação e justificação da Ação do Mês

Trabalho diário em prol dos Investidores

O seu trabalho continua minucioso e profissional tal como antes, na medida dos conteúdos produzidos.

Aprecio muito os seus comentários, percebe-se à légua que sabe do que fala!

O conteúdo é tão bom que o melhor é ler duas vezes  

Excelente projeto para os mais receosos se iniciarem no mercado bolsista.

Em primeiro lugar parabéns pelas tuas análises, são muito boas e de grande valor para mim.

Quando o Hélder Pereira fez a análise das ações espanholas, comecei a escolher algumas delas e não me arrependo mesmo nada

Perguntas Frequentes

É a melhor acção do momento, em termos de qualidade/preço, para investimento a longo prazo, de acordo com a nossa opinião. Pode ser uma das empresas analisadas no último mês ou outra anterior. É uma ideia de investimento que serve de alternativa às empresas de maior yield da Lista Completa de Acções do Prudente, não constituindo uma recomendação de compra.

Iremos publicar com regularidade a «Acção do Mês» e a «Lista Trimestral», lembrando que estas opiniões não constituem recomendações de compra e venda, mas ideias investimento genéricas que não consideram a circunstância particular dos investidores. 
 
O Investidor Prudente não faz previsões, tentando adivinhar o comportamento do mercado de acções. Seleccionamos as melhores acções, em termos de qualidade/preço, e não fazemos recomendações individualizadas aos investidores – estes deverão ver se essas ideias de investimento fazem ou não sentido, se têm ou não coerência interna (isso é o mais importante).

É uma lista publicada de 3 em 3 meses que contém as 10 melhores empresas, em termos de qualidade/preço, para investimento a longo prazo, sendo as principais alternativas à «Acção do Mês».

As nossas análises trazem quase sempre métricas de valorização históricas, mas isso não define o preço óptimo de compra ou de venda, pois o melhor preço depende sempre da circunstância pessoal do investidor – por exemplo, o valor justo da Apple para Warren Buffett (que tem de alocar centenas de billion dolars) não é o mesmo para um investidor de 25 anos que só investe €100 por mês. O montante de capital, a aversão ao risco e o universo de possibilidades de investimento de um e de outro são diferentes; e a abordagem em relação à venda é ainda mais subjectiva (muitos nem sequer vendem, optando por seguir uma estratégia do tipo “coffee can”).
 
Apesar de não haver “price targets” (nem coisas do género), procuramos sempre calcular o nosso preço-tecto (o preço máximo de compra), que acreditamos poder servir à maioria dos investidores.
 
De que forma?
 
Comprando yields – sejam net payout yields, FCF yields, owner earnings yields ou dividend yields, como explica a página 51 e seguintes do Manual do Prudente (3ª edição) – superiores a 6% ou, pelo menos, não inferiores a 4%.

O propósito é analisar todas as grandes empresas cotadas nas principais bolsas de valores, sejam elas americanas ou estrangeiras, com um valor de mercado superior a $10 B.

As empresas recomendadas vão ser acompanhadas, bem como o seu desempenho em bolsa (dividendos incluidos), mas não iremos publicar um portefólio público (pelo menos, por enquanto). 

Sim. Pode subscrever em nome da sua empresa e receber a respetiva fatura, para isso na altura de subscrever insira o nome da empresa nos campos Primeiro e Último Nome e o NIF. 

As nossas subscrições renovam-se automaticamente, mas pode cancelar a qualquer altura na sua conta.