Procurar
Close this search box.
Investidor Prudente - melhores ações

As 2 carteiras de Luiz Barsi, o Warren Buffett do Brasil

Apelidado de “Warren Buffett do Brasil”, Luiz Barsi é o maior investidor individual da Bolsa de Valores brasileira. Conhecido como “Rei dos Dividendos”…

O Rei dos Dividendos… e dos BUYBACKS?

… chegou, em 2022, a ganhar mais de R$ 1 milhão em dividendos por dia, mas não nasceu rico. Na verdade, era bem pobre.

As acções de Luiz Barsi

De origens bem humildes, Luiz Barsi tem hoje um património avaliado em R$ 4 mil milhões, mas isso pouco lhe importa. Como ele diz:

“Existe uma coisa que eu aprendi – a exorcizar o património. Na bolsa, o património está sempre a variar, e isso não me abala. O património só serve para alimentar o ego. Mas o que alimenta o meu caixa são os dividendos.”

“Não tenho a ambição de querer ficar rico de repente.”

Estudo «Ações Garantem o Futuro»

Luiz Barsi nasceu em 1930 e começou a trabalhar muito cedo como engraxador, vendedor de guloseimas e aprendiz de alfaiate, e não iniciou os seus investimento em acções muito cedo (só após os 30 anos). Depois de se formar em Economia, Contabilidade e Direito (tal como eu, curiosamente), alcançou posições laborais financeiramente mais conformáveis. Enquanto trabalhava como auditor de empresas cotadas em bolsa, começou a reparar que os controladores eram, muitas vezes, famílias que dependiam dos dividendos para viver; e até entidades estatais. Então, pensou:

Se elas investem nestas empresas, porque é que eu também não invisto? Luiz Barsi

Havia outra questão: a previdência (segurança social) não pagava o salário integral no momento da aposentação, mas apenas uma parte dele. Então, a sua principal preocupação foi montar uma carteira previdenciária que o pudesse sustentar na velhice, pois Barsi temia a pobreza pela qual passou.

Depois de analisar vários tipos de investimento, chegou à conclusão que só as acções podem garantir o futuro. Até fez um estudo a comprovar a sua tese:

As acções de Luiz Barsi As acções de Luiz Barsi

O estudo provava que, ao final de 30 anos (na verdade, bem antes), um aposentado poderia ter um valioso património aplicado em acções e viver confortavelmente dos dividendos pagos pelas empresas. Também procurou tranquilizar os investidores que tivessem receio do mercado de capitais e das suas quedas:

É o tipo de investimento que o deixará despreocupado no tocante à queda eventual da cotação. Até pelo contrário, será mais interessante que a mesma não suba (o que é um paradoxo), pois quanto mais baixo estiver seu preço, menor será o custo do investimento e mais breve o retorno do capital aplicado.

No começo da década de 1970, já depois dos 30 anos, após ter definido que investiria na CESP (Companhia Energética de São Paulo) para iniciar a construção da sua carteira previdenciária, Luiz Barsi estabeleceu o seu primeiro objectivo:  possuir 100 mil acções da CESP, que na época estavam cotadas a R$ 0,50.

A empresa foi escolhida por ter qualidade e por pagar um dividendo mínimo prioritário e obrigatório de 10% sobre o valor nominal.

O Método de Investimento Barsi

O método Barsi de investir é simples: comprar acções de boas empresas, em sectores perenes, que pagam bons dividendos, e mantê-las (se possível) para sempre. Ponto!

Luiz Barsi exige, pelo menos, 6% de yield.

A explicação e os motivos encontram-se descritos no Manual do Investidor Prudente, que pode ser adquirido gratuitamente neste link:

Manual_Investidor_Prudente_Accoes_Mockup_livro_tlm_tablet

Duas Carteiras

Luiz Barsi tem duas carteiras – (1) uma de grandes empresas de elevada qualidade; e (2) outras de turnarounds. Todas elas pagam (ou poderão pagar) dividendos. Sem esse factor, Barsi nao investe. Algum dinheiro é mantido em caixa, à espera que surjam novas oportunidades de investimento, mas a maioria está investido em acções (renda variável)…

Activo Alocação
Renda Variável 97,62%
Renda Fixa 0,96%
Valor em trânsito 0,88%
Fundo de Investimento 0,60%
Conta Corrente 0,00%
Derivativos -0,07%

… dentro dos seguintes sectores:

Segmento Posição Financeira
Químicos Diversos 50,24%
Energia Elétrica 15,11%
Papel e Celulose 9,62%
Bancos 4,01%
Exploração e Refino 3,43%
Serviços Financeiros 3,16%
Armas e Munição 2,98%
Açúcar e Álcool 2,43%
Água e Saneamento 2,20%
Outros 6,77%

Apesar de ter participações em várias dezenas de empresas, a sua carteira (80%-90% do património) está concentrada em cerca de 10-11 empresas…

“A minha carteira de renda mensal se resume a 10 ou 11 empresas. (…) Essa é a carteira que eu não vendo, não dou e não troco, porque eu não sou accionista minoritário dessas empresas, sou um pequeno dono”, ressaltou Barsi.

Inicialmente, a Unipar representava 10% da carteira, mas hoje, com a alta do preço da acção, a companhia vale 40% do portefólio de Luiz Barsi. Depois, tem outras empresas muito representativas:

  • Klabin (KLBN11)
  • Banco do Brasil (BBAS3)
  • Santander (SANB11)
  • AES Brasil (AESB3)
  • Taesa (TAEE11)
  • Isa Cteep (TRPL4)
  • Cemig (CMIG4)

Quando questionado acerca do motivo pelo qual investe nessas empresas, Barsi destaca a excelente qualidade e a resiliência dos projectos, dizendo:

“Elas proporcionam renda mensal”. (…) Não diria que elas são altas pagadoras de dividendos… elas são pagadoras regulares de dividendos”. Luiz Barsi

Todas elas pertencem a sectores considerados “perenes”, como o bancário; geração, transmissão e distribuição de energia eléctrica; e papel e celulose.

Onde Luiz Barsi Não Investe

Luiz Barsi não investe em empresas do sector do retalho (embora considere que há algumas empresas de qualidade, como as farmacêuticas, por exemplo), aviação, construtoras, shoppings e turismo. Esses são sectores problemáticos, onde há uma inúmeros casos de falências.

Como diz Warren Buffett

Regra n.º 1: Nunca perca dinheiro.

Regra n.º 2: Nunca se esqueça da Regra n.º1.

… ou, nas palavras de Benjamin Graham:

Investimento é uma operação que, após análise profunda, promove a segurança do capital investido.

Procurar a segurança do capital e um retorno adequado foi o que Luiz Barsi sempre almejou, tendo por isso conquistado o título de maior investidor da Bolsa brasileira. Aqui no Prudente, procuramos sempre seguir o exemplo dos grandes investidores do nosso tempo. Se eles conseguiram obter sucesso na bolsa, nós também poderemos conseguir.

“Qualquer um tem condições de fazer o que eu fiz. Recomendo que se inspirem na minha trajectória para que possam ser muito melhor do que eu”. Luiz Barsi

 

Por decisão pessoal, o autor do texto não escreve segundo o novo Acordo Ortográfico.

Disclaimer

Esta publicação é para efeitos meramente informativos e educacionais e não deverá ser entendida como uma recomendação para comprar ou vender acções.

Se entender esta publicação como uma recomendação, tenha em conta que ela é generalista e poderá não ser adequada ao seu perfil de risco, que é único. A sua situação financeira individual não foi tida em consideração pelo Autor da análise, que desconhece o perfil de risco e objectivos de cada um Subscritores do Investidor Prudente.

Se necessitar de conselhos financeiros personalizados, procure sempre os serviços de um profissional devidamente credenciado e autorizado pela CMVM.

O Investidor Prudente e a sua Equipa não assumem qualquer responsabilidade por eventuais perdas ou ganhos resultantes da informação obtida nesta publicação.

Esta publicação é propriedade intelectual de BBTOP20 – Produção de Conteúdos, Lda e destinada apenas aos Subscritores do site Investidor Prudente. As informações e opiniões contidas nesta publicação são confidenciais. É proibida a sua transmissão ou difusão, em todo ou em parte, sem autorização expressa.

Consulte o Disclaimer completo do Investidor Prudente.

Etiquetas :

Partilhe com outros investidores
Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

INICIAR SESSÃO