É por isso que eu NÃO INVISTO em acções!

O professor de finanças

Tive um professor de Finanças na Universidade que não percebia nada de Bolsa, e que era um evangelizador do não-investimento-em-acções. Todas as semanas pregava contra a especulação no mercado financeiro. Aliás… a sua área de investigação incidia sobre a actividade dos gestores que usavam o dinheiro das empresas para recomprar as acções próprias e, assim, melhorar os rácios de retorno sobre o capital, com o propósito de obter prémios salariais por desempenho. Estava sempre a dizer:

É por isso que eu NÃO INVISTO em acções!

Conhecimento e temperamento

A tese do professor é verdadeira. Mas também é verdade que, provavelmente, o dinheiro dele pouco ou nada rendeu desde então. E porquê? Porque, além dele ter um pensamento metonímico (confundido o objecto de estudo – comportamento dos gestores – com a ampla realidade do mundo da Bolsa), não tinha o temperamento de investidor (algo que não depende do Q.I.), e não sabia que as empresas que recompram acções próprias de forma recorrente e sustentável, mantendo altos retornos sobre o capital (entre outros factores), tendem a remunerar bem os investidores no longo prazo, sendo esse um indicador da possível existência de vantagens competitivas duradouras. Com a inflação actual a atingir o maior patamar dos últimos 40 anos (6,2%), será que o ilustre professor vai continuar a querer acumular o património num PPR e em depósitos a prazo a render menos do que nada?

É por isso que eu NÃO INVISTO em acções! 1 | Investidor Prudente

O que tem a dizer um dos maiores investidores de todos os tempos?

Como disse Warren Buffet:

“é extremamente difícil ficar rico com empresas que tenham baixos retornos sobre o capital próprio”.

Quem terá razão? Este velho mestre do investimento em acções ou o meu antigo professor de Finanças?

Primeiro objectivo do Prudente

Neste momento, há cerca de 300 large caps na Bolsa que têm retornos médios sobre o capital próprio superiores a 20%. O meu primeiro objectivo no Prudente é analisar todas essas empresas (objectivo que durará cerca de um ano), separando o trigo do joio, e preparar-me para qualquer correcção nos mercados. No momento em que escrevo este artigo, foram analisadas 158 empresas, embora algumas delas saiam desse escopo.

Total Net Payout

Além disso, é sabido que o lucro inscrito na demonstração de resultados é uma medida contabilística (não de caixa) e que o balanço das empresas contém muitos activos com estimativas erradas. Por isso, é também importante procurar boas empresas a bom preço que, de forma sustentável, paguem bons dividendos e/ou recomprem acções próprias. Ou seja, empresas que tenham um net payout yield médio elevado:

É por isso que eu NÃO INVISTO em acções! 2 | Investidor Prudente

Ao contrário de outras, essas rubricas não mentem!

Há vários artigos e estudos que mostram a relevância do assunto:

Payout Yields and Stock Return Predictability: How Important Is the Measure of Cash Flow? (Digest Summary)

“The Long-Run Drivers of Stock Returns: Total Payouts and the Real Economy”: Author Response

NET PAYOUT YIELD – THE BETTER DIVIDEND STRATEGY?

On the Importance of Measuring Payout Yield: Implications for Empirical Asset Pricing

Payout Yields and Stock Return Predictability: How Important Is the Measure of Cash Flow?

A regra dos 6%

Mas o que é um yield elevado? O livro do Décio Bazin, que destaquei no seguinte artigo…

Os 10 melhores livros para o investidor de longo prazo

… é muito simples (até peca pela simplicidade), mas muito útil para a formação da mentalidade do investidor de longo prazo. O autor, bem como muitos outros grandes investidores, exigia que as acções lhe remunerassem a uma taxa mínima de 6%:

Por que 6%? A taxa teria sido fixada arbitrariamente? Nada disso, leitor. Já foi dito anteriormente neste livro que no mundo todo convencionou-se que qualquer ativo financeiro deve render no mínimo 6% anuais para ser considerado investimento remunerativo.

Faça fortuna com ações - Décio Bazin

Faz isto sentido? Sim, faz! Apesar de nos últimos anos o dividend yield (do qual fala o livro) ter perdido protagonismo para o buyback yield, o total net payout yield continua a ser muito relevante; e se a sua média de mercado corresponde a 4%…

É por isso que eu NÃO INVISTO em acções! 3 | Investidor Prudente

… é lícito exigir 6%, ou seja, uma margem de segurança de 50% (como manda Benjamin Graham).

Exemplo da Apple

Em 2016 e em 2020, o total net payout médio (dividendos e recompras líquidas de acções próprias) da Apple foi de $1,91 e $4,30 por acção, respectivamente:

É por isso que eu NÃO INVISTO em acções! 4 | Investidor Prudente

Nesses anos, as cotações de $30 (2016) e $60 (2020) proporcionaram aos investidores yields superiores a 6%, gerando um retorno superior a 400% (2016) e superior a 100% (2020):

É por isso que eu NÃO INVISTO em acções! 5 | Investidor Prudente

Ao total net payout médio por acção actual ($5,07), seria fantástico poder comprar a acção da Apple abaixo de $85.

Acções ou ETFs?

Ao contrário do meu professor, eu invisto em acções, mas não invisto em fundos ou ETFs. Há várias razões, mas vou apresentar somente duas: (1ª) não me quero expor às 5 maiores empresas, que têm um peso igual às 350 empresas anteriores, no índice S&P 500

É por isso que eu NÃO INVISTO em acções! 6 | Investidor Prudente

… cuja liderança não vai, certamente, durar para sempre…

É por isso que eu NÃO INVISTO em acções! 7 | Investidor Prudente

… (2ª) nem me quero expor a um único país, pois a realidade económica actual pode não ser a mesma daqui a umas décadas:

É por isso que eu NÃO INVISTO em acções! 8 | Investidor Prudente

Veja-se o caso do Japão, que na década de 60-80 teve um optimismo vertiginoso, e que depois colapsou…

É por isso que eu NÃO INVISTO em acções! 9 | Investidor Prudente

… e o número de anos de predomínio das moedas de reserva mundial:

É por isso que eu NÃO INVISTO em acções! 10 | Investidor Prudente

Não quero com isto desaconselhar o investimento em ETF’s (desde que o leitor saiba que tipo de ETF está a comprar, quais os direitos, quais as características, qual o mecanismo operacional escondido e que algoritmos o gerem, e os outros riscos associados), mas prefiro ser eu a montar o meu próprio ETF, evitando os riscos e a intermediação de um administrador, escolhendo boas empresas a bons preços que remunerem adequadamente os accionistas.

Disclaimer

Esta publicação é para efeitos meramente informativos e educacionais e não deverá ser entendida como uma recomendação para comprar ou vender acções.

Se entender esta publicação como uma recomendação, tenha em conta que ela é generalista e poderá não ser adequada ao seu perfil de risco, que é único. A sua situação financeira individual não foi tida em consideração pelo Autor da análise, que desconhece o perfil de risco e objectivos de cada um Subscritores do Investidor Prudente.

Se necessitar de conselhos financeiros personalizados, procure sempre os serviços de um profissional devidamente credenciado e autorizado pela CMVM.

O Investidor Prudente e a sua Equipa não assumem qualquer responsabilidade por eventuais perdas ou ganhos resultantes da informação obtida nesta publicação.

Esta publicação é propriedade intelectual de BBTOP20 – Produção de Conteúdos, Lda e destinada apenas aos Subscritores do site Investidor Prudente. As informações e opiniões contidas nesta publicação são confidenciais. É proibida a sua transmissão ou difusão, em todo ou em parte, sem autorização expressa.

Consulte o Disclaimer completo do Investidor Prudente.

Etiquetas :

Partilhe com outros investidores
Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram

8 respostas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este website é protegido pelo reCAPTCHA e a Política de Privacidade e os Termos de Serviço do Google são aplicados.

Iniciar Sessão
Não tem conta?

Se ainda não tem conta de subscritor utilize esta opção para aceder ao formulário de registo.

Registe-se gratuitamente e aceda a conteúdo exclusivo.

ebook-guia-fiscal-do-investidor-em-acoes-2022
download ebook grátis

Guia Fiscal do Investidor em Ações

Preencha o seu IRS de forma simples e rápida com a ajuda deste ebook.