Procurar
Close this search box.
Investidor Prudente - melhores ações

Como Earl Crawley juntou $500,000 com o salário mínimo?

Índice

Poupou, investiu e conseguiu acumular um património de $500.000.

Esta é a história de Earl Crawley, um disléxico que trabalhou como porteiro num parque de estacionamento e que ficou rico ao aplicar as suas pequenas poupanças no mercado de acções, apesar de nunca ter ganho mais do que $12/hora. Nunca ganhou mais do que $20.000 por ano (o equivalente ao salário mínimo, para o padrão americano).

Como Earl Crawley juntou $500,000 com o salário mínimo? 1 | Investidor Prudente

Como é que ele conseguiu?

Este é um caso verdadeiramente inspirador, e que pode ensinar-nos muitas lições. Fez-me lembrar a história de Ronald Read, que trabalhou durante quase toda a sua vida num posto de gasolina e construiu uma carteira de acções avaliada em $8 milhões:

Como é que Ronald Read, um simples porteiro, ganhou $8 milhões na Bolsa?

A história do Sr. Earl

A história de Earl Crawley (69 anos) ficou muito conhecida em 2008 no programa MoneyTrack da PBS TV.

Como Earl Crawley juntou $500,000 com o salário mínimo? 2 | Investidor Prudente

Nunca mais se ouviu falar dele, mas é possível que o tamanho da sua carteira de acções tenha atingido, 15 anos depois, um valor milionário.

Após 44 anos de trabalho como porteiro num parque de estacionamento, Earl não só acumulou $500.000 em acções, como também conseguiu pagar totalmente a sua casa e sustentar a sua família (tinha três filhos).

Como Earl Crawley juntou $500,000 com o salário mínimo? 3 | Investidor Prudente

Earl teve uma infância difícil. Quando tinha 4 anos, ele e os seus quatro irmãos foram colocados num orfanato, após a sua mãe ter contraído tuberculose. Só três anos depois é que a mãe dele recuperou e conseguiu reunir novamente toda a família.

O jovem Earl começou a trabalhar cedo, aos 13 anos, mas a sua mãe ficava com a maior parte do seu salário. Como tinha dislexia, Earl só conseguia realizar alguns trabalhos braçais, como cortar relva, limpar casas e atender os clientes de um parque de estacionamento. Por isso, desde muito cedo ele percebeu que precisava economizar o máximo de dinheiro possível para superar os desafios da vida.

Depois casou e teve três filhos. Na década de 60 conseguia sustentar a sua família com apenas $80 por semana. O dinheiro era escasso, mas ele vivia dentro das suas possibilidades, mantendo os custos baixos e trabalhando em vários empregos para obter um rendimento maior.

Mas foi através da poupança e do investimento em acções de boas empresas que Earl Crawley conseguiu, ao longo de várias décadas, tornar-se rico.

Onde é que Earl Crawley aprendeu a investir?

Earl era disléxico, mas tinha uma grande virtude: sabia fazer perguntas e ouvir as pessoas.

O parque de estacionamento onde ele trabalhava ficava perto de algumas instituições financeiras; e, ao longo de toda a sua vida, Earl ouviu as dicas dos banqueiros, advogados e corretores que estacionavam frequentemente os seus veículos no parque de estacionamento onde trabalhava. Foram esses os professores que lhe ensinaram o poder dos juros compostos e do investimento em acções no longo prazo…

Como Earl Crawley juntou $500,000 com o salário mínimo? 4 | Investidor Prudente

… formando aquele que é o seu grande segredo: trabalhar, poupar e investir. Ao longo do tempo, Earl Crawley tornou-se um verdadeiro buy and holder – comprava acções de boas empresas e mantinha-as em carteira por longas décadas, tal como Warren Buffett recomendava.

Jornada de investimento do Sr. Earl

O objectivo final de Earl era deixar o dinheiro trabalhar para ele.

Earl começou com títulos de poupança e depois passou a investir regularmente num fundo mútuo – investiu consistentemente $25 por mês ao longo de 15 anos.

No final dos anos 70, o seu património líquido atingiu $25.000.

Somente em 1981 é que ele começou a investir directamente em blue chip, isto é, acções de grandes empresas que pagavam bons dividendos, tal como a IBM, Coca-Cola e Caterpillar. Inicialmente, comprou uma ou duas acções, mas depois continuou a comprar mais acções de forma consistente e a reinvestir os seus dividendos.

Em 2007, ele já tinha um portefólio no valor de $500.000, uma casa totalmente paga e nenhuma dívida.

Acções de dividendos?

Como explica o Manual do Investidor Prudente, nos últimos anos, o dividend yield (a remuneração dos accionistas em forma de dividendos) perdeu protagonismo para o buyback yield (a remuneração dos accionistas em forma de recompras de acções próprias), mas o total net payout yield (dividendos + buybacks) continua a oferecer o mesmo retorno histórico (4% de yield em termos médios):

Como Earl Crawley juntou $500,000 com o salário mínimo? 5 | Investidor Prudente

Por isso, mais importante do que olhar apenas para os dividendos, é necessário, hoje em dia, considerar também as recompras de acções próprias.

Aqui no Prudente procuramos boas empresas, que produzam bons rendimentos, cotadas a bons preços. Na realidade, somos o único serviço que proporciona aos subscritores uma Lista Completa de Acções ordenada pelos melhores yields em forma de dividendos e buybacks:

Maiores pagadoras de dividendos

Participações da carteira do Sr. Earl

O seu portefólio era diversificado e incluía empresas de primeira linha que pagavam dividendos, tais como:

  • Coca-Cola (KO)
  • Caterpillar (CAT)
  • Bank of America (BAC)
  • IBM (IBM)
  • Colgate-Palmolive (CL)
  • Lockheed Martin (LMT)
  • Verizon (VZ)
  • AT&T (T)
  • Exxon-Mobil (XOM)

Hoje, a maioria destas empresas também remunera os accionistas através das recompras de acções próprias, além dos dividendos. Todas elas já foram analisadas aqui no Prudente.

O senhor Earl não podia dar-se ao luxo de perder dinheiro no mercado de acções. Por isso é que ele focou toda a sua atenção em empresas blue chip estáveis que pagavam dividendos. De facto, as empresas que pagam dividendos sustentáveis, constantes e crescentes no longo prazo têm negócios, em grande parte dos casos, com vantagens competitivas duradouras, tendem a recuperar mais rapidamente dos bear markets (mercados de queda) e sofrem menos volatilidade. Em suma, os dividendos são um importante indicador de qualidade:

Porque os dividendos importam?

Sete lições de Earl Crawley

Além de ajudar muitos amigos da sua igreja local, com donativos e dicas sobre investimentos, Earl criou até um clube de investidores onde partilha algumas das suas lições que o ajudaram a acumular o seu pé-de-meia. A saber:

  1. Viva dentro das suas possibilidades
  2. Poupe algum dinheiro todos os meses
  3. Invista regularmente de forma consistente
  4. Invista em acções de qualidade (blue chips) que paguem bons dividendos
  5. Reinvista os dividendos comprando mais acções
  6. Mantenha as acções e deixe o dinheiro trabalhar para si
  7. Continue a aprender

 

É verdadeiramente inspirador!

Isto mostra que a acumulação de riqueza está ao alcance de qualquer um. Achar que é necessário ser rico para investir e constituir um bom património em acções é um grande equívoco. O importante é trabalhar, viver dentro das suas possibilidades, poupar e investir de forma consistente.

Episódio do Sr. Earl no programa Moneytrack

O programa MoneyTrack da PBS TV traz estas e outras curiosidades sobre Earl Crawley. Ainda está disponível na íntegra no Youtube:

Por decisão pessoal, o autor do texto não escreve segundo o novo Acordo Ortográfico.

Disclaimer

Esta publicação é para efeitos meramente informativos e educacionais e não deverá ser entendida como uma recomendação para comprar ou vender acções.

Se entender esta publicação como uma recomendação, tenha em conta que ela é generalista e poderá não ser adequada ao seu perfil de risco, que é único. A sua situação financeira individual não foi tida em consideração pelo Autor da análise, que desconhece o perfil de risco e objectivos de cada um Subscritores do Investidor Prudente.

Se necessitar de conselhos financeiros personalizados, procure sempre os serviços de um profissional devidamente credenciado e autorizado pela CMVM.

O Investidor Prudente e a sua Equipa não assumem qualquer responsabilidade por eventuais perdas ou ganhos resultantes da informação obtida nesta publicação.

Esta publicação é propriedade intelectual de BBTOP20 – Produção de Conteúdos, Lda e destinada apenas aos Subscritores do site Investidor Prudente. As informações e opiniões contidas nesta publicação são confidenciais. É proibida a sua transmissão ou difusão, em todo ou em parte, sem autorização expressa.

Consulte o Disclaimer completo do Investidor Prudente.

Etiquetas :

Partilhe :

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

INICIAR SESSÃO