Procurar
Close this search box.
Investidor Prudente - melhores ações

Artigos

Dividend Payout Ratio

De onde vem o dinheiro para pagar dividendos? Para poder pagar dividendos aos seus acionistas, a maioria das empresas utiliza uma parte dos lucros que

Quando comprar e vender uma acção?

Já me aconteceu acordar, ligar o computador e ver uma acção a subir mais de 400%. Perante isto, o que fazer? Espero que suba até aos 1000%? Vendo todas as acções? Vendo só algumas? Qual a racionalidade por trás das decisões de compra e venda? Será possível encontrar ordem no meio do caos do mercado e das estratégias de investimento?

É por isso que eu NÃO INVISTO em acções!

Porque é que o retorno sobre o capital e a remuneração dos accionistas – em forma de dividendos e recompras líquidas de acções próprias (“total net payout”) – são factores preponderantes na escolha de empresas para investimento a longo prazo? Provavelmente, o seu professor de finanças não vai saber explicar.

Porque os dividendos importam?

Cada empresa tem o seu perfil de valorização. Por exemplo, um yield de 2% é considerado alto nas acções da Apple, mas extremamente baixo nas acções da EDP. Cada uma destas empresas tende, ao longo dos vários ciclos económicos, a transaccionar dentro de uma certa amplitude, sendo por isso possível identificar no yield as zonas onde a acção é considerada “barata” e “cara”. E se o dividendo cresce, a acção também tenderá a crescer.

Ainda tem dúvidas?

Neste artigo tentarei responder, de forma breve, a algumas perguntas que recebemos.

Se ainda assim surgirem dúvidas, pode deixá-las na caixa de comentários deste artigo.

A “Acção (subliminar) do Mês”

Logo nas primeiras horas, recebemos mais de 40 subscritores, a maioria do plano «Conhecedor», que aproveitaram os descontos de lançamento.

Vejam qual foi a “Acção (subliminar) do Mês” publicada nos meses passados.

Investidor Prudente – o Serviço

A nossa cultura é a mesma dos maiores investidores de todos os tempos, desde Benjamin Graham até Warren Buffett (e mais além). Neste artigo, indicamos porque preferimos a análise fundamental de acções e a orientação dos investimentos a longo prazo.

Conheça os nossos planos e escolha o mais adequado para si.

Não tenho tempo para analisar empresas!

As “pessoas normais” podem utilizar o seu senso comum e conhecimento para vencer os profissionais de mercado. O problema é que a maioria dos investidores não tem TEMPO para ler centenas de páginas de relatórios todos os dias, CONHECIMENTO do mercado e das nuances financeiras, contabilísticas e jurídicas das empresas e ACESSO a ferramentas de análise e a bases de dados.
Como resolver este problema?

A história do “Prudente”

Tudo começou em 2021, após a minha parceria com o César Borja, o grande “small cap guy” do Borja on Stocks (BoS).

O que nos une e o que nos separa?

mockup-ebook-guia-fiscal

GRATUITO

O Guia Essencial para o seu IRS

INICIAR SESSÃO