Spotify… a cair mais de 50%

Bom dia, caros investidores.

Como alguns saberão, a minha formação académica é um bocado esquizofrénica – vai da contabilidade, direito, etc., até à música…

… mas, curiosamente, eu não costumo usar o Spotify. Já explico…

Quando se fala em plataformas para ouvir música, eu ainda penso nos meus CDs e discos de vinil, e normalmente só oiço música e leio partituras de grandes compositores eruditos e tradicionais (os novos hits do Spotify dão-me cãibras nos ouvidos). Nesta área, quando quero saber novidades vou directamente à fonte (músicos, compositores, projectos, editoras, etc.). Aí, a riqueza de conteúdo ultrapassa aquilo que o Spotify tem para oferecer.

Uma coisa eu sei: as vendas do Spotify não param de crescer, apesar do actual boicote (que me parece um fenómeno ocasional)…

Depois de Neil Young e Joni Mitchell, estes artistas estão a deixar a Spotify

… mas a acção caiu para perto do price-to-sales mínimo, onde esteve em 2020 no crash pandémico:

Spotify... a cair mais de 50% 1 | Investidor Prudente

Estando a receita a crescer 22% no último trimestre, face ao período homólogo, haverá aqui alguma oportunidade de investimento a longo prazo?

1. Apresentação

O Spotify é o serviço de streaming de áudio mais popular do mundo, com uma comunidade de 406 milhões de utilizadores activos (incluindo 180 milhões de assinantes Premium) em 184 países e territórios, de acordo com as últimas publicações:

O relatório e contas não é o Form-10K, mas o 20F, pois a empresa tem sede no Luxemburgo, apesar de estar cotada na NASDAQ. Os escritórios principais da empresa estão localizados na Suécia, local onde foi fundada (em 2006) e onde 26% dos colaboradores trabalham.

Recentemente, o vinil ultrapassou o CD, mas o que realmente impulsionou o Spotify na última década foi o crescimento do streaming:

Spotify... a cair mais de 50% 2 | Investidor Prudente

Para transmitir conteúdo, seja músicas ou podcasts, a Spotify costuma adquirir os direitos de propriedade intelectual, pagando licenças e royalties aos detentores de direitos e aos seus agentes. Para isso, a empresa costuma realizar contratos com editoras independentes e grandes estúdios de produção, como a Universal Music, Sony Music, Warner Music, entre outros. Mas o mundo da propriedade intelectual é extremamente complexo, e por vezes a Spotify é processada:

Spotify processado por usar músicas sem licença

A companhia ganha dinheiro de duas formas – com publicidade e subscrições:

  • Ad-Supported – serviço gratuito onde a empresa gera receita através de publicidade.
  • Premium – serviço pago que permite ao utilizador ouvir música sem anúncios, transferir música, reproduzir qualquer música de forma ilimitada e avançar entre as músicas (coisas que o serviço gratuito não permite).

 

O serviço premium representa mais de 85% da receita, apesar de corresponder a 44% dos utilizadores activos:

Spotify... a cair mais de 50% 3 | Investidor Prudente

A distribuição geográfica dos utilizadores totais é relativamente equitativa…

Spotify... a cair mais de 50% 4 | Investidor Prudente

… mas 69% dos utilizadores premium estão na Europa e na América do Norte:

Spotify... a cair mais de 50% 5 | Investidor Prudente

2. Principais Accionistas

O 2º maior accionista da Spotify, com mais de 11% de participação, é o co-fundador Martin Lorentzon. O CEO Daniel Ek é o 5º maior:

Spotify... a cair mais de 50% 6 | Investidor Prudente

3. Gráfico de Longo Prazo e Dividendos

A cotação está a chegar ao preço do IPO (realizado em 2018):

Spotify... a cair mais de 50% 7 | Investidor Prudente

Não se espera que haja distribuições de dividendos para breve:

We do not expect to pay cash dividends in the foreseeable future.

4. Evolução do Número de Acções e Valor de Mercado

Nos últimos 12 meses houve uma diminuição do número de acções, tal como em 2019, mas estas têm aumentado desde o IPO:

Spotify... a cair mais de 50% 8 | Investidor Prudente

A Spotify vale $33,5 B em bolsa.

5. Informação Financeira

A receita cresce em linha recta…

Spotify... a cair mais de 50% 9 | Investidor Prudente

… mas os lucros… nem vê-los; só prejuízos:

Spotify... a cair mais de 50% 10 | Investidor Prudente

Apesar disso, a empresa gera caixa operacional acima das despesas de capital…

Spotify... a cair mais de 50% 11 | Investidor Prudente

… e o caixa de €2,7 B ultrapassa a dívida de longo prazo (constituída pelas Exchangeable Notes):

Spotify... a cair mais de 50% 12 | Investidor Prudente

6. Desenvolvimento

O principal risco da Spotify é a concorrência, apesar do número de subscritores pagos superar individualmente o número de subscritores da Apple Music, Amazon Music, Youtube Music…

Spotify... a cair mais de 50% 13 | Investidor Prudente

… e da Pandora da Liberty SiriusXM (já analisada no Prudente), que está a cair em desgraça:

Spotify... a cair mais de 50% 14 | Investidor Prudente

No próximo trimestre, a empresa espera continuar a aumentar o número de utilizadores activos mensais (MAUs) de 406 M para 418 M…

  • Total MAUs: 418 million
  • Total Premium Subscribers: 183 million
  • Total Revenue: €2.60 billion
    • Assumes approximately 360 bps tailwind to growth Y/Y due to movements in foreign exchange rates
  • Gross Margin: 25.0%
  • Operating Profit/Loss: €(67) million

… e os analistas esperam um aumento da receita de 20% em 2022 (valores em USD):

Spotify... a cair mais de 50% 15 | Investidor Prudente

A companhia anunciou um programa de recompra de acções próprias no valor de $1 B (USD) até 2026, o que dá uma média de $250 M por ano…

On August 20, 2021, Spotify announced a program to repurchase up to $1.0 billion of its ordinary shares. The repurchase program will expire on April 21, 2026. In Q4, the company repurchased 300,724 ordinary shares for €59 million under the Share Repurchase program at a weighted average cost of $222.42 per share. In 2021 the company repurchased a total of 458,234 ordinary shares for €89 million at a weighted average cost of $222.57 per share.

… um valor coberto pelo fluxo de caixa livre do último ano (EUR €277 M = USD $316 M):

Spotify... a cair mais de 50% 16 | Investidor Prudente

Considerando o market cap de $33,5 B, esses $316 M produzem um yield de apenas 0,94% ao câmbio de hoje, o que não é muito atractivo. E como o propósito do grupo é o crescimento, pode ainda vir a emitir novas acções ou endividar-se mais:

We may require additional capital to support business growth and objectives
We intend to continue to make investments to support our business growth and may require additional funds to respond to business challenges.

7. Conclusão

Considero a acção da Spotify arriscada para o temperamento do Investidor Prudente, apesar do seu price-to-sales estar próximo ao mínimo histórico e da acção poder subir até à mediana (nos $250). Além da empresa não ter dinheiro suficiente para remunerar os accionistas (que deverão ter um yield de apenas 0,94%, se a sua participação não for diluída) – pois o capital está a ser usado para financiar o crescimento – o seu ambiente competitivo gera muitas incertezas. A empresa tem vantagens competitivas (utilizadores, marca forte, parcerias, quantidade de músicas, etc.), mas estas podem não ser duradouras. Apesar disso, vou continuar a seguir a empresa.

Por decisão pessoal, o autor do texto não escreve segundo o novo Acordo Ortográfico

Disclaimer

Esta publicação é para efeitos meramente informativos e educacionais e não deverá ser entendida como uma recomendação para comprar ou vender acções.

Se entender esta publicação como uma recomendação, tenha em conta que ela é generalista e poderá não ser adequada ao seu perfil de risco, que é único. A sua situação financeira individual não foi tida em consideração pelo Autor da análise, que desconhece o perfil de risco e objectivos de cada um Subscritores do Investidor Prudente.

Se necessitar de conselhos financeiros personalizados, procure sempre os serviços de um profissional devidamente credenciado e autorizado pela CMVM.

O Investidor Prudente e a sua Equipa não assumem qualquer responsabilidade por eventuais perdas ou ganhos resultantes da informação obtida nesta publicação.

Esta publicação é propriedade intelectual de BBTOP20 – Produção de Conteúdos, Lda e destinada apenas aos Subscritores do site Investidor Prudente. As informações e opiniões contidas nesta publicação são confidenciais. É proibida a sua transmissão ou difusão, em todo ou em parte, sem autorização expressa.

Consulte o Disclaimer completo do Investidor Prudente.

4 respostas

    1. Olá, André. Esse €280M correspondem a quase 25% dos gastos com vendas e marketing de 2021. É de facto um valor elevado, mas necessário para manter a vantagem competitiva. Há muitos motivos para um gestor torrar €280M (entre eles, acreditar no futuro da empresa). Mas o futuro real da empresa vai depender de muitos factores (e se a google decidir colocar o youtube music 100% gratuito para ganhar mercado, como fez com o google photos?). O problema mais imediato que eu vejo é o seguinte: a Spotify não gera um caixa operacional que justifique o preço actual; a cotação já está a descontar expectativas futuras que podem ou não realizar-se.
      Tudo de bom, André.

  1. Boas Hélder,
    Estando agora o Spotify no último mês a cotar a volta dos 100$ , acredito q a oportunidade é bastante diferente.
    Está abaixo dos mínimos de todos os tempos apesar do IPO ter sido recente.
    Continuação ..

    1. Depende do perfil do investidor. Para um investidor do tipo Prudente/Buffett/Munger/Lynch não, pois a empresa ainda não gera um caixa operacional que justifique a capitalização bolsista de $20 B (não ficaria admirado se caísse mais metade, para $10 B), sem falar na remuneração aos accionistas, que tão cedo não vão ver dinheiro no bolso. Isso não significa que a acção, as vendas e os lucros não possam subir bastante num curto espaço de tempo, mas é muito especulativo. Além disso, pessoalmente eu não consigo intuir como estará o mercado de streaming daqui a 10 anos. Bom fim-de-semana, David.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este website é protegido pelo reCAPTCHA e a Política de Privacidade e os Termos de Serviço do Google são aplicados.

ebook-guia-fiscal-do-investidor-em-acoes-2022

e-Book Grátis

Guia Fiscal do Investidor em Ações

Iniciar Sessão
Não tem conta?

Se ainda não tem conta de subscritor utilize esta opção para aceder ao formulário de registo.

Registe-se gratuitamente e aceda a conteúdo exclusivo.

ebook-guia-fiscal-do-investidor-em-acoes-2022
download ebook grátis

Guia Fiscal do Investidor em Ações

Preencha o seu IRS de forma simples e rápida com a ajuda deste ebook.