Procurar
Close this search box.
Investidor Prudente - melhores ações

É “SLB”, mas não é do Benfica

Bom dia, caro investidor.

Ao procurar pelo ticker “SLB” há duas acções que podem emergir:

Análise às acções da SLB

Não se enganem! Esta análise não tem nada a ver com o Benfica, que acabou de emitir obrigações com um juro de 5,75%, para os adeptos mais fervorosos.

A análise de hoje é a da Schlumberger, que tem um novo nome e logotipo (SLB) desde Outubro de 2022. A SLB faz parte desta lista de empresas que pagam dividendos consecutivos há, pelo menos, 20 anos consecutivos:

Download: ficheiro de excel com as empresas americanas e europeias (non-uk) que pagam dividendos há pelo menos 20 anos. Há quase 350 empresas com um valor de mercado superior a $10 B que pagam dividendos há pelo menos 20 anos consecutivos (algumas aumentaram o dividendo, outras diminuíram-no; a maioria já foi analisada no Prudente)

1. Apresentação

A Schlumberger Limited ou SLB (NYSE: SLB; ISIN: AN8068571086) é uma empresa americana que se dedica ao desenvolvimento de tecnologia para o sector da energia em todo o mundo.

A empresa tem quase um século de experiência em inovação tecnológica e industrialização no sector de serviços de energia. Nascido em França em 1878, o fundador da SLB, Conrad Schlumberger, começou a sua actividade com a ideia revolucionária de mapear corpos rochosos subterrâneos com medições eléctricas. Conrad e o seu irmão Marcel começaram a trabalhar juntos em 1919, e ao longo da década de 20, os irmãos Schlumberger realizaram pesquisas geofísicas em todo o mundo. Mais tarde, a família criou o primeiro registo de um poço rochoso – um ponto de virada na história da exploração de petróleo. Em 1929, a perfuração eléctrica estava já a ser realizada em todo o mundo.

Com presença global em mais de 100 países, a SLB trabalha todos os dias para inovar e aumentar a eficiência da indústria, reduzir os custos de localização e produção, melhorar a produtividade, maximizar a recuperação de reservas e aumentar o valor dos activos com segurança e sustentabilidade.

As quatro divisões da empresa são as seguintes:

  • Digital & Integration – soluções digitais líderes no sector que possibilitam um maior desempenho para os clientes, reduzindo os tempos de ciclo e os riscos, acelerando os retornos, aumentando a produtividade e diminuindo os custos e as emissões de carbono.
  • Reservoir Performance – tecnologias e serviços para reservatórios (para avaliar, intervir e entender os activos do subsolo e maximizar o seu valor).
  • Well Construction – inclui um amplo portefólio de produtos e serviços orientados à gestão de poços. Este segmento fornece aos operadores e fabricantes de equipamentos de perfuração soluções relacionadas com o desenvolvimento do projecto e a construção dos poços.
  • Production Systems – desenvolve tecnologias que ajudam a aprimorar a produção e a recuperação de reservatórios subterrâneos; isto inclui sistemas de produção, equipamentos e serviços submarinos, sistemas de produção midstream, etc.

 

Análise às acções da SLB

Hoje, o mundo enfrenta um trilema: fornecer energia segura e acessível para atender à crescente procura, enquanto implementa medidas sustentáveis para descarbonizar. Com uma transição equilibrada em mente, a SLB está bem posicionada superar esse trilema, através do foco em três motores de crescimento: Core, Digital e New Energy.

  1. Core – Consisting of Reservoir Performance, WeIl Construction and Production Systems, Core remains the Company’s largest engine of growth.
  2. Digital – Digital capabilities continue to grow throughout the energy industry as a key enabler to manage the complex systems required to meet current energy demands and to harness the promise of a lower carbon future. SLB is uniquely positioned to support customers on their digital journeys by managing data migration, workflow redesign and transition to the cloud.
  3. New Energy – offers a significant opportunity to use our experience and scale to drive innovation for a low-carbon economy spanning many industries. We are building a broad, diverse portfolio across New Energy sectors, selected for their materiality and adjacency to existing SLB market strengths and our ability to offer differentiated technology.

Mas será que a desaceleração na indústria de petróleo e gás poderá impactar o negócio da empresa a longo prazo?

Sim, pode. Mas também é necessário ver que a SLB está a realizar parcerias em vários sectores para se concentrar em cinco tecnologias emergentes: soluções de carbono, hidrogénio, energia geotérmica, armazenamento de energia e minerais críticos. A sua ambição é semear recursos tecnológicos em cada um desses domínios e crescer ao longo da próxima década, expandindo a sua oferta em New Energy, para que esta se torne a maior divisão da empresa.

2. Principais Accionistas

Os três maiores accionistas são os gestores de fundos do costume: Vanguard, SSGA e BlackRock.

Análise às acções da SLB - accionistas

3. Gráfico de Longo Prazo e Dividendos

A tendência da acção é ascendente, mas durante a pandemia atingiu uma cotação mínima igual à verificada na década de 80:

Análise às acções da SLB - cotações

O dividendo por acção também caiu em 2020 e 2021, estando agora a recuperar aos poucos:

Análise às acções da SLB - dividendos

4. Evolução do Número de Acções e Valor de Mercado

Nos últimos 30 anos, os accionistas viram a sua participação cair mais de 30%, com o aumento do número de acções. Felizmente, o valor de mercado também aumentou:

Análise às acções da SLB - valor de mercado e número de acções

A SLB vale hoje quase $71 B.

5. Informação Financeira

A receita atingiu o máximo histórico em 2014, e depois caiu para menos de metade:

Análise às acções da SLB - vendas

Curioso… nas recessões de 2002, 2019 e 2020 a empresa teve prejuízos, mas em 2008 não. Já veremos o motivo. Em 2019 e 2020, as perdas foram muito pesadas – somaram mais de $20 B:

Análise às acções da SLB - lucro

Esses prejuízos resultaram de perdas por imparidade relacionadas com o colapso dos preços do petróleo, que atingiram valores negativos:

Análise às acções da SLB - resultados

As margens de lucro são normalmente muito apertadas…

  • Margem bruta (5y): 13%
  • Margem líquida (5y): 7%

… e o retorno sobre o capital é baixo…

  • ROE (5y): 6%
  • ROCE (5y): 6%

… mas o ROCE tem recuperado, estando actualmente perto da mediana histórica (que anda perto de 13%… não é má, mas preferimos valores acima de 20%):

Análise às acções da SLB - ROCE%

Os níveis de endividamento não são preocupantes, apesar de estarem acima dos valores de 2004-2015:

Análise às acções da SLB - endividamento

6. Desenvolvimento

A procura pelos produtos e serviços da SLB depende substancialmente dos níveis de gastos dos seus clientes. As recentes desacelerações na indústria de petróleo e gás provocaram numa redução da procura por produtos e serviços relacionados com os campos petrolíferos. Tal como no passado, isto pode ter no futuro um efeito material adverso na condição financeira da companhia.

É certo que o negócio está a recuperar e que a SLB tem um plano de crescimento orientado às tecnologias emergentes, mas o risco existe.

Os analistas prevêem um crescimento da receita superior a 11% e uma recuperação do dividendo por acção…

Análise às acções da SLB - analistas

… mas o net payout – que é a remuneração que os accionistas recebem em forma de dividendos e buybacks líquidos – está em tendência descendente:

Análise às acções da SLB - net payout yield

O valor de $1,14 proporciona um yield de apenas 2,4%, à cotação actual.

7. Conclusão

A desaceleração na indústria de petróleo e gás pode impactar o negócio da SLB a longo prazo, mas a empresa está a realizar parcerias em vários sectores mais promissores, como as soluções relacionadas com o carbono, hidrogénio, energia geotérmica, etc.

A cotação tende a seguir o múltiplo de 3,4x sobre o capital próprio…

Análise às acções da SLB - price-to-book

… que em 2020 e 2021 foi negativamente impactado pelos prejuízos que resultaram do colapso dos preços do petróleo, mas eu só consideraria comprar a acção perto do valor do capital próprio por acção (que actualmente vale $13). Considerando o net payout de $1,14 por acção (que está em tendência de queda), não pagaria mais do que $19 pela acção (6% de yield).

Tenho muitas dúvidas se devo manter esta acção na Lista Completa de Acções do Prudente. Por vários motivos: riscos inerentes ao sector petrolífero e à transicção para sectores mais promissores, baixos retornos sobre o capital, quebra na remuneração dos accionistas e baixas margens de lucro.

As excessivas dúvidas que tenho sobre a SLB justificam uma exclusão da lista, mas poderei voltar a incluir a empresa caso surjam novos factos.

 

Por decisão pessoal, o autor do texto não escreve segundo o novo Acordo Ortográfico.

Disclaimer

Esta publicação é para efeitos meramente informativos e educacionais e não deverá ser entendida como uma recomendação para comprar ou vender acções.

Se entender esta publicação como uma recomendação, tenha em conta que ela é generalista e poderá não ser adequada ao seu perfil de risco, que é único. A sua situação financeira individual não foi tida em consideração pelo Autor da análise, que desconhece o perfil de risco e objectivos de cada um Subscritores do Investidor Prudente.

Se necessitar de conselhos financeiros personalizados, procure sempre os serviços de um profissional devidamente credenciado e autorizado pela CMVM.

O Investidor Prudente e a sua Equipa não assumem qualquer responsabilidade por eventuais perdas ou ganhos resultantes da informação obtida nesta publicação.

Esta publicação é propriedade intelectual de BBTOP20 – Produção de Conteúdos, Lda e destinada apenas aos Subscritores do site Investidor Prudente. As informações e opiniões contidas nesta publicação são confidenciais. É proibida a sua transmissão ou difusão, em todo ou em parte, sem autorização expressa.

Consulte o Disclaimer completo do Investidor Prudente.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

INICIAR SESSÃO