Investidor Prudente - melhores ações

Análises

A Amazon é o futuro

A Amazon é, assim como a Apple, uma das empresas “tecnológicas” de eleição de Warren Buffett. Ele começou a comprá-la no ano passado. Na realidade não foi ele, mas os seus colaboradores: Todd Combs + Ted Weschler. A Amazon é uma empresa retalhista e tecnológica focada no comércio electrónico, na cloud, no streaming digital e na inteligência artificial. Foi fundada em Julho de 1994, no Estado de Washington, por Jeff Bezos, que é, por natureza, obcecado com a satisfação do cliente, tendo trazido esse princípio para a cultura da empresa.

A Microsoft não é só Windows e Office

Na semana passada, o menu iniciar do meu Windows 10 desapareceu após um update. Passadas horas na internet à procura de uma solução, e muito código à mistura, lá consegui resolver o problema. Não fiquei, por isso, com uma má imagem da empresa, pois a Microsoft não é só Windows e Office.

1ª do S&P 500: Apple

A Apple projecta, fabrica e comercializa smartphones, computadores pessoais, tablets, wearables e acessórios em todo o mundo, e o seu ecossistema tem vários serviços relacionados (AppleCare, iCloud, Apple Card, Apple Pay, App Store, ProApps, etc.). O preço actual da acção não é o mais oportuno, como demonstro no cálculo da projecção dos “owner earnings”, mas a empresa vai continuar a vender os seus produtos, a gerar muitos fluxos de caixa e a crescer de forma moderada.  

D.R. Horton: “buy when there’s blood in the streets”

A D.R. A Horton, Inc. é a maior construtora residencial (em volume de vendas, desde 2002) dos Estados Unidos. Fundada em 1978, no Texas, a companhia opera em 89 mercados (29 Estados, nos EUA), e vendeu um record de 59.493 residências nos 12 meses anteriores à publicação do Relatório e Contas de Março de 2020.

Será o CaixaBank o BPI espanhol?

O CaixaBank é o 3º maior banco espanhol (abaixo do Santander e do BBVA) e conta já com 115 anos de história.

O covid-19 é uma ameaça ou oportunidade para a Amadeus?

A Amadeus cria soluções digitais que ajudam as companhias aéreas, aeroportos, hotéis, ferrovias, agências de viagem, operadoras de turismo e outros membros da indústria dos transportes e viagens a realizar as suas operações e a melhorar a experiência dos clientes.

Royal Caribbean Cruises… a afundar

A Royal Caribbean Cruises é a 2ª maior companhia de cruzeiros do mundo. A empresa opera um total de 61 navios. Os esforços da China e de outros Estados para conter a propagação do covid-19 impactaram negativamente os negócios da empresa, tendo deixado as acções muito desvalorizadas. O seu negócio tem barreiras à entrada de outros concorrentes, pois não é fácil comprar uma frota de navios e adquirir o know-how essencial à gestão eficiente daqueles tours turísticos.

IAG – aviões em queda

A IAG – International Airlines Group é uma das maiores companhias aéreas do mundo.

Manual_investidor_Prudente_Acoes_Ebook_investimentos

e-Book Grátis

Quer saber como proteger e fazer crescer as suas poupanças?

INICIAR SESSÃO