Procurar
Close this search box.
Investidor Prudente - melhores ações

Análises

Moncler e os casacos de penas

As acções da Moncler foram lançadas com um valor inicial de €10,20, mas tiveram uma procura 27 vezes superior à oferta, tendo as cotações subido 47% no primeiro dia.

A EPAM Systems faz aplicações à medida

Aqui no Prudente, as “growth stocks” não são descartadas, mas têm de proporcionar uma geração de caixa que justifique o investimento. Será que o crescimento da EPAM System justifica o seu preço?

Mais alvos de interesse…

Análise aos últimos resultados das empresas de elevado “yield” publicadas no Prudente.

Stryker – factos ou expectativas?

Os índices de valorização da Stryker estão elevados, pois as perspectivas dos analistas e da empresa são optimistas. Se o FCF yield superar os 5%, eu volto a reapreciar os fundamentos desta companhia, pois aqui no Prudente compramos factos, não expectativas.

A Chubb tem um excelente índice combinado

O índice combinado da Chubb (combined ratio) – que, nas seguradoras, representa a diferença entre os sinistros e despesas pagas e os prémios cobrados – é melhor do que o índice do mercado.

Fortinet: prognósticos só no fim do jogo

A projecção que os analistas fazem da Fortinet é de elevado crescimento, mas será que devemos confiar nestas perspectivas? Ou, como dizia o João Pinto, “prognósticos só no fim do jogo”?

Southern Copper e o mercado do cobre

As ventoinhas eólicas, os colectores solares e os carros elétricos exigem bastante cobre para serem produzidos. A Southern Copper, que é uma das maiores produtoras de cobre do mundo, está bem posicionada para aproveitar esse catalisador. Qual o preço ideal de compra?

MSCI… do meu ETF favorito

Um dos meus ETF’s favoritos é o iShares Core MSCI World da BlackRock – um fundo barato de acumulação, não sintético, que replica o MSCI World Index, da empresa que hoje analisamos.

Teradyne… testar, testar e testar

A maioria dos analistas recomenda “comprar” esta empresa, mas o “Prudente” destaca-se. Considerando o “net payout” (dividendos+buybacks), não aceitaria menos de 6% de yield, abaixo do “price-to-book” mediano.

Generali

Generali – seguradora com 190 anos

A seguradora italiana Generali tem muitos clientes cá em Portugal. A empresa fez 190 anos de história e distribui dividendos de forma ininterrupta desde 1863… Impressionante!!!

mockup-ebook-guia-fiscal

GRATUITO

O Guia Essencial para o seu IRS

INICIAR SESSÃO