O Wells Fargo não esteve nada “well”

Bom dia, caros investidores.

O banco Wells Fargo era um dos favoritos de Warren Buffett, mas após o escândalo das contas falsas em 2016, o investidor declarou publicamente, em várias ocasiões, a sua desilusão com as práticas de gestão do banco…

YouTube video

… tendo recentemente vendido a participação que detinha há 31 anos:

Warren Buffett sells 31-year-old investment in Wells Fargo

Vou continuar a análise, mas a quebra de confiança nos órgãos de gestão é um dos principais motivos que pode levar um investidor prudente de longo prazo a vender as suas acções.

1. Apresentação

O Wells Fargo & Company é o terceiro maior banco dos EUA:

A sua origem remonta a 1852, quando Henry Wells e William Fargo abriram os seus escritórios junto às minas de ouro, durante o gold rush, fornecendo serviços de transporte por carroça e serviços bancários.

Actualmente, o banco tem 4 segmentos operacionais:

  • Consumer Banking and Lending
  • Commercial Banking
  • Corporate and Investment Banking
  • Wealth and Investment Management

No final de 2020, havia $887,6 B de empréstimos, $ 1,4 T de depósitos e um património líquido de $ 185,9 B no balanço da companhia:

A maioria dos empréstimos estão orientados ao comércio e indústria (US) e aos particulares, nomeadamente para a aquisição da primeira casa:

Desde os escândalos de 2016 que o banco tem vindo a mudar a sua cultura e a estratégia de gestão, colocando os interesses do cliente em primeiro lugar, “fazendo o que é correcto”:

2. Principais Accionistas

Cerca de 70% dos investidores são institucionais:

3. Gráfico de Longo Prazo e Dividendos

O gráfico de longo prazo da acção é ascendente, mas com períodos de grande volatilidade:

No corona crash o preço bateu quase nos $20, estando agora a cotar perto dos $45:

A tendência dos dividendos também é ascendente, com duas fortes quebras em 2008 e 2020:

4. Evolução do Número de Acções e Valor de Mercado

Após a crise de 2008 houve uma grande emissão de novas acções, mas o banco tem vindo a recomprá-las:

O valor de mercado do Wells Fargo é de $186 B.

5. Informação Financeira

O ambiente dos últimos anos, caracterizado pelas baixas taxas de juro, tem impactado a receita, que há 10 anos não sai do lugar…

… mas o banco conseguiu passar pelas últimas duas grandes crises sem prejuízos:

O retorno sobre o capital próprio anda próximo dos 10% (média dos últimos 10 anos)…

dentro da média da generalidade dos bancos.

Os rácios de capital (risk-based capital)…

… estão bem acima dos mínimos exigidos pelo Basel III:

6. Desenvolvimento

Há uns dias saiu uma notícia que me parece um “alerta vermelho”. O Wells Fargo está a fechar todas as linhas de crédito pessoal existentes, de acordo com a informação divulgada pela CNBC na quinta-feira passada:

Wells Fargo tells customers it’s shuttering all personal lines of credit

YouTube video

Os clientes receberam um aviso a indicar que dentro de 60 dias as suas contas seriam encerradas. A mudança ocorre um ano depois do banco ter suspendido os empréstimos para compra de casa própria, devido à pandemia, além dos empréstimos para clientes revendedores de automóveis.

Lembro-me de ter visto esse padrão em 2006-2007, antes do crash, quando as entidades de crédito começaram a fechar a torneira. Esta situação deixa-me naturalmente temeroso.

No entanto, os analistas estão moderadamente optimistas:

Para avaliar o preço da acção, prefiro olhar para a evolução do capital próprio, pois o seu crescimento é estável. A média do price-to-book dos últimos 10 anos é de 1,58x, tendo oscilado entre o mínimo de 0,51x e o máximo de 3,21x. Projectando as médias históricas para os valores actuais, podemos considerar que abaixo de $40 a acção encontra-se barata e acima de $100 cara:

7. Conclusão

As médias históricas de preço dizem-nos que a acção do Wells Fargo está barata. O banco tem uma estrutura de capital sólida e um histórico de sucesso, tendo passado pela crise de 2008 e 2020 sem prejuízos (e em 1929 nenhum dos seus clientes perdeu as poupanças depositadas). A inflação está a crescer e as taxas de juros podem vir a aumentar. Há economistas que esperam um período deflacionário antes da inflação, mas a opinião é relativamente consensual – os estímulos dos bancos centrais irão provocar inflação (o Fórum Económico Mundial fala até em hiperinflação). O aumento das taxas de juro oferece uma oportunidade para os bancos potenciarem os seus lucros, mas os custos também podem aumentar. Se estivesse à procura de um banco para investir, tentaria comprar uma instituição centenária, lucrativa, sólida e sem casos recentes de fraude. Ah, sim… e a bons preços! Comprar a acção mais barata, nem sempre é a melhor decisão. O importante é comprar qualidade sem pagar um preço demasiado alto.

Por decisão pessoal, o autor do texto não escreve segundo o novo Acordo Ortográfico

Disclaimer

Esta publicação é para efeitos meramente informativos e educacionais e não deverá ser entendida como uma recomendação para comprar ou vender acções.

Se entender esta publicação como uma recomendação, tenha em conta que ela é generalista e poderá não ser adequada ao seu perfil de risco, que é único. A sua situação financeira individual não foi tida em consideração pelo Autor da análise, que desconhece o perfil de risco e objectivos de cada um Subscritores do Investidor Prudente.

Se necessitar de conselhos financeiros personalizados, procure sempre os serviços de um profissional devidamente credenciado e autorizado pela CMVM.

O Investidor Prudente e a sua Equipa não assumem qualquer responsabilidade por eventuais perdas ou ganhos resultantes da informação obtida nesta publicação.

Esta publicação é propriedade intelectual de BBTOP20 – Produção de Conteúdos, Lda e destinada apenas aos Subscritores do site Investidor Prudente. As informações e opiniões contidas nesta publicação são confidenciais. É proibida a sua transmissão ou difusão, em todo ou em parte, sem autorização expressa.

Consulte o Disclaimer completo do Investidor Prudente.

Manual_Investidor_Prudente_Accoes_Mockup_livro_tlm_tablet

e-Book Grátis

Quer saber como proteger e fazer crescer as suas poupanças?

Iniciar Sessão
Não tem conta?

Se ainda não tem conta de subscritor utilize esta opção para aceder ao formulário de registo.

Registe-se gratuitamente e aceda a conteúdo exclusivo.

Manual do Investidor Prudente
download ebook grátis

O Manual do Investidor Prudente

Quer saber como proteger e fazer crescer as suas poupanças?