Eli Lilly, a pagar dividendos desde 1885

Bom dia, caros investidores.

Porque os dividendos importam? Por que motivo as empresas conseguem pagar dividendos constantes durante décadas? Eu lancei um artigo, não exaustivo, sobre a questão dos dividendos…

Porque os dividendos importam?

… mas não apresentei outras razões sobre a sua importância. Uma delas é a previsibilidade. É mais fácil prever uma empresa que seja boa pagadora de dividendos do que uma empresa de crescimento rápido (growth stock) ou em recuperação (turnarounds).

Por exemplo, os dividendos da Eli Lilly, que vou hoje analisar, crescem a uma taxa média de 5,8%, descontando os períodos de estagnação:

Estando esta empresa a pagar dividendos desde 1885, é possível que nos próximos 10 anos os dividendos cresçam à mesma taxa das últimas décadas. É intuitivo! Já a Alibaba, que viu a sua receita crescer mais de 60% no último trimestre, é mais difícil de prever (não vai, certamente, crescer 60% ao ano, nos próximos 10 anos, mas será que vai crescer 7%, 10%, 15%…?).

1. Apresentação

A Eli Lilly and Company (referida como Lilly) foi constituída em 1901 em Indiana (EUA), mas a sua origem é anterior a essa data. A empresa nasceu do negócio de fabricação de medicamentos do Coronel Eli Lilly, fundado em 1876. Já nessa altura pagava dividendos! A Lilly pesquisa, desenvolve, fabrica e comercializas produtos farmacêuticos. Já teve negócios farmacêuticos para animais (tinha uma participação na Elanco Animal Health Incorporated, alienada em Março de 2019), mas agora dedica-se apenas aos humanos.

Os seus produtos são vendidos em aproximadamente 120 países (a maioria nos EUA)…

… e a sua receita está dividida pelos seguintes segmentos: diabetes, neurociência, oncologia e imunologia, entre outros.

Tal como outras empresa farmacêuticas, a Lilly também desenvolveu produtos (anticorpos) para a Covid-19, que, à semelhança das vacinas, não foram aprovados pela FDA, mas autorizados temporariamente:

A venda de anticorpos para a Covid-19 motivou o grande aumento do crescimento da receita, em 2020 (+16%)…

… mas 21% da receita está concentrada num único medicamento – no Trulicity (contra a diabetes do tipo 2):

Um dos principais factores da risco da empresa é a competição das outras farmacêuticas, principalmente daquelas que desenvolvem medicamentos genéricos e biossimilares:

Nos EUA e na Europa, o processo de aprovação regulatória para certos produtos farmacêuticos isenta os medicamentos genéricos de ensaios clínicos caros e demorados. Estes não necessitam de demonstrar a mesma segurança e eficácia (confia-se na segurança e eficácia do produto original). Como resultado, os fabricantes de genéricos investem, geralmente, menos recursos em pesquisa e desenvolvimento e podem ter preços significativamente mais baixos do que os produtos de marca. Quando um produto farmacêutico de marca perde a sua exclusividade no mercado, enfrenta uma intensa competição de preços, e os contribuintes públicos e privados incentivam, normalmente, o uso de genéricos como alternativas aos medicamentos de marca.

Nos biossimilares ocorre o mesmo. Um medicamento biossimilar é uma versão subsequente de um produto inovador que, devido à sua similaridade, pode ser aprovado sem a exigência dos testes completos (iguais aos realizados no produto inovador). Tanto nos genéricos como nos biossimilares, os testes exigidos são mais baratos e reduzidos.

2. Principais Accionistas

Mais de 70% são investidores institucionais:

3. Gráfico de Longo Prazo

Tendência ascendente de longo prazo e grande volatilidade:

Está a bater no máximo histórico:

4. Evolução do Número de Acções e Valor de Mercado

Em 4 anos, duplicou a capitalização bolsista. Hoje a empresa vale $218 B:

5. Informação Financeira

A tendência da receita, nos últimos 30 anos, é ascendente (cresce a uma taxa média de 5,5% ao ano, próxima à dos dividendos):

Nos últimos 30 anos, houve 3 anos de prejuízos…

… mas isso ficou a dever-se a factores extraordinários (imparidades, impostos…), pois o lucro operacional e o free cash flow foi sempre positivo:

O endividamento tem vindo a aumentar…

… estando o Net Debt/EBITDA actual em 1,34x, dentro dos valores aceitáveis.

6. Desenvolvimento

No último trimestre, a empresa actualizou a sua guidance para 2021. O lucro por acção para 2021 deve agora ficar na faixa dos $7,03-$7,23, abaixo dos valores anteriores. A actualização das perspectivas para 2021 reflecte a diminuição da receita esperada nas vendas de anticorpos Covid-19, motivada pela diminuição da procura esperada e pelo aumento das despesas de pesquisa e desenvolvimento esperadas:

Isto está dentro da expectativa dos analistas:

A taxa de crescimento dos dividendos prevista até 2025 é de 9,6% ao ano, acima da média de 5,8% dos últimos 30 anos. Se os analistas estiverem certos e o crescimento se mantiver até 2030, podemos esperar dividendos acumulados de $50 e um dividendo por acção de $7,40 em 2030:

Assim, numa perspectiva conservadora, considerando o dividend yield médio de 2,7% e médio-alto de 4%, à cotação actual das acções da Lilly ($228):

  • Rentabilidade esperada considerando o dividend yield de 4,0%: +0,3% ao ano [($7,4/4,0%+$50)/$228^0,1]
  • Rentabilidade esperada considerando o dividend yield de 2,7%: +3,6% ao ano [($7,4/2,7%+$50)/$228^0,1]

Se a taxa de crescimento for igual à média dos últimos 30 anos (5,8%), inferior à taxa esperada pelos analistas, o dividendo acumulado e o dividendo por acção em 2030 vão ser ainda menores…

… e a rentabilidade esperada pode vir a ser negativa, se a cotação transaccionar dentro do dividend yield médio de 2,7%:

  • Rentabilidade esperada considerando o dividend yield de 2,7%: +0,2% ao ano [($5,2/2,7%+$40)/$228^0,1]

Considero o nível actual de preços muito perigoso. Pessoalmente, aceitaria pagar entre $60 a $90 por acção, próximo aos yields médios mais altos:

Nota: Os valores apresentados não são “price targets”. Eu não faço previsões de preço (isso é tarefa dos especuladores), somente avalio a oportunidade de investimento em função das médias de mercado possíveis (e conservadoras) e do rendimento produzido pela empresa, em comparação com as alternativas de menor risco (como os títulos de obrigações). Como diz Warren Buffett, o valor intrínseco de uma empresa não é um número preciso, mas um intervalo de preços.

7. Conclusão

Concluindo como iniciei: porque os dividendos importam? Porque nos ajudam, entre outras coisas, a ver que o preço actual das acções da Eli Lilly se encontra em níveis muito perigosos. Uma boa empresa não deve ser comprada a qualquer preço. Veja-se o que aconteceu a quem comprou a Lilly entre 1999 e 2000 – demorou 18 anos para ver a acção subir…

… quando o PER estava a 30x-40x…

… e o yield na zona de 1%:

Por decisão pessoal, o autor do texto não escreve segundo o novo Acordo Ortográfico

Disclaimer

Esta publicação é para efeitos meramente informativos e educacionais e não deverá ser entendida como uma recomendação para comprar ou vender acções.

Se entender esta publicação como uma recomendação, tenha em conta que ela é generalista e poderá não ser adequada ao seu perfil de risco, que é único. A sua situação financeira individual não foi tida em consideração pelo Autor da análise, que desconhece o perfil de risco e objectivos de cada um Subscritores do Investidor Prudente.

Se necessitar de conselhos financeiros personalizados, procure sempre os serviços de um profissional devidamente credenciado e autorizado pela CMVM.

O Investidor Prudente e a sua Equipa não assumem qualquer responsabilidade por eventuais perdas ou ganhos resultantes da informação obtida nesta publicação.

Esta publicação é propriedade intelectual de BBTOP20 – Produção de Conteúdos, Lda e destinada apenas aos Subscritores do site Investidor Prudente. As informações e opiniões contidas nesta publicação são confidenciais. É proibida a sua transmissão ou difusão, em todo ou em parte, sem autorização expressa.

Consulte o Disclaimer completo do Investidor Prudente.

Manual_Investidor_Prudente_Accoes_Mockup_livro_tlm_tablet

e-Book Grátis

Quer saber como proteger e fazer crescer as suas poupanças?

Iniciar Sessão
Não tem conta?

Se ainda não tem conta de subscritor utilize esta opção para aceder ao formulário de registo.

Registe-se gratuitamente e aceda a conteúdo exclusivo.

Manual do Investidor Prudente
download ebook grátis

O Manual do Investidor Prudente

Quer saber como proteger e fazer crescer as suas poupanças?