Dior? Arnault não vende!

Bom dia, caros investidores.

A próxima blue chip que faltava é a Dior, que está a cair mais de 16% desde o início do ano (já esteve a cair mais de 30%):

Dior? Arnault não vende! 1 | Investidor Prudente

1. Apresentação

A história da Christian Dior começou em 1946, quando Monsieur Christian Dior abriu o seu próprio estabelecimento de alta costura numa casa na 30 Avenue Montaigne, em Paris, onde a empresa tem ainda a sua sede.

O grupo Boussac, que na época era dono da Christian Dior, foi adquirido em 1984 por Bernard Arnault em associação com um grupo de investidores. Em 1988, a Christian Dior adquiriu, através de uma subsidiária, 32% da LVMH, uma participação que seria aumentada gradativamente ao longo dos anos. Hoje, quem na prática controla a LVMH é a família Arnault:

A LVMH é um excelente investimento, mas…

O grupo Christian Dior foi formado através de sucessivas alianças entre empresas, muitas delas com origens centenárias…

Dior? Arnault não vende! 2 | Investidor Prudente

… e hoje apresenta um portefólio diversificado de marcas que inclui vinhos, bebidas espirituais, roupas e produtos de luxo (que constituem a maioria da receita), perfumes, cosméticos, relógios, joalheria e lojas de retalho (como a Sephora):

Dior? Arnault não vende! 3 | Investidor Prudente

2. Principais Accionistas

A família Arnault detém 97,5% de participação na Dior…

Dior? Arnault não vende! 4 | Investidor Prudente

… e 47,87% na LVMH:

Dior? Arnault não vende! 5 | Investidor Prudente

3. Gráfico de Longo Prazo e Dividendos

Ali na década de 90, foi o melhor momento para investir, pois o dividendo chegou a render mais de 6%…

Dior? Arnault não vende! 6 | Investidor Prudente

… e agora que foram distribuídos €7 por acção em 2021, o maior de sempre…

Nota: entre 2011 e 2013 houve uma mudança no ano fiscal, que terminava em Dezembro e passou a terminar em Abril. Em 2017, passou a terminar novamente em Dezembro.

Dior? Arnault não vende! 7 | Investidor Prudente

… o dividend yield corresponde a apenas 1%. Em 2022 deverão ser pagos €10 por acção (equivalente a um dividend yield de 1,57%).

4. Evolução do Número de Acções e Valor de Mercado

O número de acções mantém-se estável e a capitalização bolsista subiu imenso (para €115 B):

Dior? Arnault não vende! 8 | Investidor Prudente

5. Informação Financeira

A receita cresceu de forma sólida quase 9% ao ano…

Dior? Arnault não vende! 9 | Investidor Prudente

… mas o lucro tem lateralizado nos últimos 15 anos:

Dior? Arnault não vende! 10 | Investidor Prudente

Em 2021, a receita (€64 B) e o lucro (€4,9 B) foram os maiores de sempre e a divida líquida (€9,5 B) é inferior ao EBITDA médio dos últimos 5 anos:

Dior? Arnault não vende! 11 | Investidor Prudente

6. Desenvolvimento

A Christian Dior nunca teve resultados tão bons como os de 2021, onde registrou um crescimento da receita de 44% em relação a 2020 e de 20% em relação a 2019:

January 27, 2022
New records for the Christian Dior group in 2021

Em relação aos destaques de 2021, não encontrei novidades excepcionais:

Highlights of 2021 include:
• A record year, especially for the major brands,
• Major success of champagne and cognac,
• Exceptional performance by the Fashion & Leather Goods business group, in particular Louis Vuitton, Christian Dior, Fendi, Celine and Loewe, which achieved record levels of revenue and profitability,
• Worldwide success of Christian Dior’s Sauvage fragrance,
• Strong revenue growth in Asia and the United States and a gradual recovery in Europe,
• Successful integration, in its first year in the Group, of Tiffany, which produced a record performance,
• Good performance of the other Watches & Jewelry Maisons,
• Continued growth in online sales,
• Strong rebound of Sephora,
• Travel retail activities still held back by international travel,
• A record level of operating free cash flow,
• Gross capital expenditures over €3 billion.

Como não tem havido recompras líquidas de acções próprias (pelo contrário, ocorreu uma ligeira diluição), o net payout corresponde ao valor aproximado dos dividendos pagos, que deverão atingir um máximo histórico de distribuição em 2022 (de €10 por acção):

Dior? Arnault não vende! 12 | Investidor Prudente

7. Conclusão

A Dior é uma empresa excepcional. Compreende-se porque a família Arnault não quer vender as acções, mesmo estando o preço bastante elevado:

Dior? Arnault não vende! 13 | Investidor Prudente

A família Arnault conhece bem a distinção entre o que é ser um investidor e um especulador, perspectivando um horizonte de muito longo prazo. Por isso não se importa de ganhar pouco mais de 1% em dividendos e compensações salariais na Administração (como eu não sou Bernard Arnault, exijo 6%).

Mas cuidado! O investidor particular da Dior sofre um grande risco. Sabemos que a cotação é formada por poucos participantes no mercado, já que a maioria das acções está na posse da família Arnault. Se estes participantes fizerem a acção cair bastante, a família Arnault pode ter interesse em comprar as restantes acções e tornar a empresa privada. E como as cotações estão altas, a família pode ainda ter interesse em emitir novas acções afim de realizar outros negócios, diluindo a participação dos actuais accionistas.

Parece-me mais provável o preço das acções subir para valores ainda mais altos do que cair até atingir um dividend yield de 6%. Infelizmente (para nós), é muito improvável que esta acção venha a ser objecto de interesse por parte do Investidor Prudente.

Por decisão pessoal, o autor do texto não escreve segundo o novo Acordo Ortográfico

Disclaimer

Esta publicação é para efeitos meramente informativos e educacionais e não deverá ser entendida como uma recomendação para comprar ou vender acções.

Se entender esta publicação como uma recomendação, tenha em conta que ela é generalista e poderá não ser adequada ao seu perfil de risco, que é único. A sua situação financeira individual não foi tida em consideração pelo Autor da análise, que desconhece o perfil de risco e objectivos de cada um Subscritores do Investidor Prudente.

Se necessitar de conselhos financeiros personalizados, procure sempre os serviços de um profissional devidamente credenciado e autorizado pela CMVM.

O Investidor Prudente e a sua Equipa não assumem qualquer responsabilidade por eventuais perdas ou ganhos resultantes da informação obtida nesta publicação.

Esta publicação é propriedade intelectual de BBTOP20 – Produção de Conteúdos, Lda e destinada apenas aos Subscritores do site Investidor Prudente. As informações e opiniões contidas nesta publicação são confidenciais. É proibida a sua transmissão ou difusão, em todo ou em parte, sem autorização expressa.

Consulte o Disclaimer completo do Investidor Prudente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este website é protegido pelo reCAPTCHA e a Política de Privacidade e os Termos de Serviço do Google são aplicados.

Manual_Investidor_Prudente_Accoes_Mockup_livro_tlm_tablet

e-Book Grátis

Quer saber como proteger e fazer crescer as suas poupanças?

Iniciar Sessão
Não tem conta?

Se ainda não tem conta de subscritor utilize esta opção para aceder ao formulário de registo.

Registe-se gratuitamente e aceda a conteúdo exclusivo.

ebook-manual-do-investidor-prudente-v2
download ebook grátis

O Manual do Investidor Prudente

Quer saber como proteger e fazer crescer as suas poupanças?