Procurar
Close this search box.
Investidor Prudente - melhores ações

Procuramos Boas Empresas
Que produzam Bons Rendimentos
Cotadas a Bons Preços

ip-corner

Empresas já analisadas pelo Investidor Prudente

Empresas já analisadas pelo Investidor Prudente

Guia Fiscal para Investidores em Ações - 2024

O único Guia Fiscal focado nas necessidades dos investidores em ações em Portugal.

 

São 45 páginas com explicações e exemplos práticos que lhe vão poupar horas de pesquisa.

mockup-ebook-guia-fiscal
Foto Helder Pereira - Investidor Prudente

Quem é o Investidor Prudente?

O Investidor Prudente chama-se Hélder Pereira, é licenciado em Contabilidade e em Direito e tem mais de 20 anos de experiência em investimentos no mercado de ações.

Os seus mestres são Benjamin Graham, Warren Buffett, Charlie Munger, Peter Lynch, Terry Smith, Luiz Barzi, entre outros.

Leu mais de uma centena de livros sobre investimentos em ações, um conhecimento que continua a atualizar e acumular.

E sobretudo já publicou mais de seiscentas análises a ações específicas no Investidor Prudente, demonstrando uma dedicação, consistência e rigor excecionais.

O Hélder vive em Braga com a sua mulher e dois filhos.

Perguntas Frequentes

É a melhor acção do momento, em termos de qualidade/preço, para investimento a longo prazo, de acordo com a nossa opinião. Pode ser uma das empresas analisadas no último mês ou outra anterior. É uma ideia de investimento que serve de alternativa às empresas de maior yield da Lista Completa de Acções do Prudente, não constituindo uma recomendação de compra.

É uma lista publicada de 3 em 3 meses que contém as 10 melhores empresas, em termos de qualidade/preço, para investimento a longo prazo, sendo as principais alternativas à «Acção do Mês».

Iremos publicar com regularidade a «Acção do Mês» e a «Lista Trimestral», lembrando que estas opiniões não constituem recomendações de compra e venda, mas ideias investimento genéricas que não consideram a circunstância particular dos investidores. 
 
O Investidor Prudente não faz previsões, tentando adivinhar o comportamento do mercado de acções. Seleccionamos as melhores acções, em termos de qualidade/preço, e não fazemos recomendações individualizadas aos investidores – estes deverão ver se essas ideias de investimento fazem ou não sentido, se têm ou não coerência interna (isso é o mais importante).

O propósito é analisar todas as grandes empresas cotadas nas principais bolsas de valores, sejam elas americanas ou estrangeiras, com um valor de mercado superior a $10 B.

As nossas análises trazem quase sempre métricas de valorização históricas, mas isso não define o preço óptimo de compra ou de venda, pois o melhor preço depende sempre da circunstância pessoal do investidor – por exemplo, o valor justo da Apple para Warren Buffett (que tem de alocar centenas de billion dolars) não é o mesmo para um investidor de 25 anos que só investe €100 por mês. O montante de capital, a aversão ao risco e o universo de possibilidades de investimento de um e de outro são diferentes; e a abordagem em relação à venda é ainda mais subjectiva (muitos nem sequer vendem, optando por seguir uma estratégia do tipo “coffee can”).
 
Apesar de não haver “price targets” (nem coisas do género), procuramos sempre calcular o nosso preço-tecto (o preço máximo de compra), que acreditamos poder servir à maioria dos investidores.
 
De que forma?
 
Comprando yields – sejam net payout yields, FCF yields, owner earnings yields ou dividend yields, como explica a página 51 e seguintes do Manual do Prudente (3ª edição) – superiores a 6% ou, pelo menos, não inferiores a 4%.

As empresas recomendadas vão ser acompanhadas, bem como o seu desempenho em bolsa (dividendos incluidos), mas não iremos publicar um portefólio público (pelo menos, por enquanto). 

Neste momento as novas inscrições estão encerradas mas poderão vir a abrir no futuro. Se quer receber informação de qualidade e ser avisado quando forem aceites novos membros, inscreva-se aqui

INICIAR SESSÃO